terça-feira, 13 de dezembro de 2016

ENFIM BRASIL. PLANOS FUTUROS. MARAVILHOSO IRÃ.

 Olá, colegas. Estou na terrinha. Sim, minha viagem acabou. É uma sensação estranha. Ouvir português na sua função “brasileiro" em todos os lugares é muito diferente. Aliás, o próprio povo brasileiro é muito diferente de qualquer povo. Seja na linguagem corporal, no jeito de se expressar. Terei que me acostumar novamente.

 O meu último lugar a visitar foi o Irã. Foi um país extraordinário com experiências incríveis. Foi realmente fantástico. A hospitalidade foi algo que nunca vi na minha vida. Para terminar a viagem, no último dia fui submetido a sensação térmica de -30 graus, e meus amigos, é algo muito diferente, em poucos minutos o meu corpo estava todo dolorido. Montanhas nevadas, desertos com dunas imensas, lagos de sal, cidades cheias de cultura e história, cidades históricas como Persepolis (que lugar, e tive o prazer de ficar sozinho nesta cidade por quase 40 minutos), ilhas no golfo pérsico com  formações geológicas sublimes, mesquitas extraordinárias, desertos com “castelos" naturais formados pelo vento, cadeias de montanhas com castelos históricos de uma seita de assassinos de quase 1000 anos  perto do Mar Cáspio, a diversidade do Irã é algo que me surpreendeu de maneira muito forte.

  Minha escolha de terminar essa viagem no Irã foi muito acertada. Pretendo escrever muito sobre a minha viagem, então aqueles que gostam desse tópico podem ficar tranquilos. Peço escusas aos leitores e amigos, pois não acessei o blog no último mês, pois infelizmente alguns sites são bloqueados no Irã e não consegui acesso via VPN pelo meu computador. Verei o que foi comentado, e irei responder.

Mesquitas extraordinárias...

Amigos iranianos, o povo mais hospitaleiro que já conheci. A garota da direita dirigiu 4 horas , no dia seguinte a esta foto, apenas para nos levar aos fantásticos Kaluts no deserto.

Os fantásticos castelos no Deserto (Kaluts).

Montanhas incríveis no norte perto do Mar Cáspio

Meditando no topo de uma montanha em cima das ruínas do principal castelo de uma seita religiosa que ficou conhecida como "Assassinos" há 1000 anos .

Formações Geológicas incríveis em Qehsm Island no Golfo Pérsico


  Todos os estrangeiros me perguntavam, “poucos dias para voltar, como você se sente? triste?”. Minha resposta era que não. A vida possui fases e temos que aceitar este fato. Numa fase somos crianças, numa outra jovens, depois adultos, e querer que alguma fase desta não passe apenas traz infelicidade e apreensão desnecessárias. Esta viagem foi uma fase muito bacana, vi coisas extraordinárias, fui a lugares que pouquíssimos seres humanos (principalmente estrangeiros) vão, interagi diversas vezes de maneira intensa com pessoas diferentes, ou seja foi uma experiência incrível. Porém, teve o seu tempo de duração, e é preciso aceitar esse fato da vida.

 Agora, é tempo de pensar em fazer outras coisas. Um projeto é escrever livros, como já comentado neste blog. Tenho outros de variadas áreas, envolvendo dinheiro, a forma como me comporto com outros seres humanos, a forma como trato o meu corpo, entre outras coisas.

  Do ponto de vista financeiro, a minha volta já começou com emoção. Quando estava no começo da viagem do Irã, percebi que haveria um grande leilão um dia depois da minha volta. Olhei o edital, e fiquei impressionado com a quantidade de bons imóveis em potencial. Preparei-me para dar lances em 10 imóveis.  Isso envolveu uma grande preparação. A cada noite, enquanto minha companheira dormia, eu realizava inúmeras pesquisas na internet, dava ligações para o Brasil, e tentava na maneira do possível cobrir de maneira correta todo o meu check-list de segurança. Pela quantidade de imóveis que iria tentar arrematar, o trabalho foi extenso. 

  Entretanto, felizmente estava preparado e bem calmo. A adrenalina que ocorria em mim nas primeiras compras, hoje em dia quase desapareceu. Isso me dá uma vantagem muito grande, pois não me sinto emocionalmente afetado mesmo que seja algo muito dinâmico e envolva quantias razoáveis de dinheiro em apenas um clique. Fiquei apenas apreensivo, pois a conexão de internet falhou faltando quatro minutos para eu tomar uma decisão, e eu consegui restabelecer falando oito segundos. Sim, pareceu coisa de filme. Na maioria dos lotes, os lances passaram do montante que achava que valeria o risco x retorno, e desisti sem quaisquer problemas. Outros, porém,  consegui comprar. Agora, terei outro foco, fazer todo o processo de regularização jurídica desses imóveis.

  Assim, resolvi me imobilizar ainda mais, apesar da minha liquidez ainda ser muito grande , o que me dá certa folga. Estabeleci um prazo de dois anos e meio para tentar transformar meus imóveis em liquidez. Muito provavelmente também voltarei para o meu cargo por esse período. Depois desse prazo, verei o que farei, mas já tenho uma idéia: dupla independência financeira.

  O que seria isso? A minha ideia sobre diversificação internacional deu uma certa guinada. Pesa em relação a isso os escritos do excepcional blog Investidor Internacional. Um blog de altíssima qualidade, com artigos extremamente bons sobre uma tema que provavelmente nem investidores profissionais sabem tão bem.  Ele foi o único blog  brasileiro que dei “control c” “control v” para reler os artigos e comentários de certos textos. Como já li e ainda possuo diversos livros estrangeiros sobre o tema, a montagem de uma carteira internacional não será algo difícil creio, ainda mais com novos colegas desbravando esse território e contando notícias do além-mar, como o meu colega Frugal Simples.

 Como diz o colega Viver de Renda que não é necessário continuar jogando se o jogo está ganho, não há qualquer razão de continuar jogando apenas o jogo brasileiro se a partida já está ganha por goleada.

 Sendo assim, irei destinar uma parte mais fundamental do meu patrimônio para formar uma carteira diversificada entre várias classes de ativos localizados em várias partes do mundo. Irei fazer isso principalmente por meio de índices ou ETFs. A gama de oportunidades é gigantesca. Dias atrás estava lendo sobre ETFs do mercado africano. É impressionante como por meio de um ETF que pode se comprar com um clique é possível ter exposição a uma gama de países africanos e do oriente médio, por exemplo, o que dá a oportunidade de capturar o crescimento dessas regiões, que na minha opinião será muito maior do que o mundo desenvolvido nas próximas décadas. 

  Pretendo ter um valor que me proporcione obter visto de investidor qualificado em qualquer país, se acaso assim eu deseje,  e alguma sobra para viver alguns anos enquanto o investimento do visto possa maturar. Por outro lado,  a maior parte do patrimônio deixarei no Brasil mesmo. Farei o feijão com arroz, deixando uma parte para negócios imobiliários. Um negócio bem feito paga minhas despesas por alguns anos.

  Assim, pretendo ser independente aqui, bem como uma espécie de outra independência no exterior. O prazo para isso é algo em torno de dois anos e meio, prazo suficiente para eu tocar os projetos por aqui.

  No mais, pretendo modernizar o blog, fazer vídeos para o youtube, me identificar. Gostaria também de começar a falar mais com os colegas, fazer palestras com o intuito de encontrar mais pessoas e fazer mais amigos, já que essa viagem apenas consolidou ainda mais em mim a ideia que a satisfação está em relações pessoais boas com os outros seres humanos. Há pessoas que procuram isso apenas em suas relações familiares. É indiscutível que a nossa família é de extrema importância, quase que o centro sobre o qual a nossa existência orbita. Isso é indubitável. 

  Porém,  eu creio que isso é muito pouco, pois não nos relacionamos apenas com os familiares, mas com uma miríade de outras pessoas, e quem foca apenas nas relações familiares, em minha opinião, deixa de ter uma qualidade de vida maior, limitando a experiência humana de maneira desnecessária. 


Depois de muita dor no corpo por ficar 2 minutos exposto a uma sensação de -30, num refúgio para esquiadores (minhas roupas eram para no máximo uns -6). Dois senhores iranianos instrutores de esqui, uma conversa agradável, onde nos ofereceram chá e comida (aliás a quantidade de chá, comida, lugar para dormir  que os iranianos nos ofereceram nas quatro semanas que ficamos lá, foi algo inacreditável)

Sim, isso é Irã, muito mais bonito que as cadeias de montanhas que visitei na Suíça.

Ex-Embaixada americana em Tehran (a que foi invadida). Um lembrete do papel terrível que os EUA exerceram no Irã nas últimas décadas.

Dunas impressionantes

Sunsets incríveis
Mas o que tornou tudo especial foi o povo. Tive que insistir muito para que essas duas gentis garotas não pagassem o  nosso Hot Chocolate (o mais gostoso da minha vida).



  É isso amigos, um grande abraço a todos! 

70 comentários:

  1. Oba! Q bom q você voltou, já estava preocupada, rs
    Seja Bem vindo e boa sorte nos projetos, q vc continue nos agraciando com sua inteligência sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Agradeço a preocupação!
      Abraço!

      Excluir
  2. Rapaz, seja bem vindo. Você é o blogueiro com mais futuro para se tornar autor de finanças. Aguardo livro com autógrafo.rsss

    Mas você falou de planos de If, planos com o corpo. E planos para o surf????°

    Ontem estava vendo na HBO, a preparação de um atleta da NBA, Kevin Durant, que mesmo sendo profissional há mais de 10 anos tem professor particular para treinar jogadas e dribles. O cara é milionário, patrocinado pela NIKE, tem a medalha de ouro olímpica e ainda aprende coisas novas.

    Andei pensando se haveria mercado para uma escola de áereos para surfistas velhos,rssss. O que você acha?

    abs

    Carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carioca.
      Claro amigo, estou com muitas saudades do mar. Quero evoluir o meu surfe, e quando falo do meu corpo, o surfe está neste conceito. Estou muito encurtado e a viagem enfraqueceu o meu corpo. Preciso de alguns meses para voltar a uma forma mais condizente com um preparo maior para o surfe.

      Você adora aéreos hein? Quero ver uma foto sua dando algum aéreo:) hehe

      Abraço!

      Excluir
  3. Soul, bem-vindo de volta ao Brasil.

    Viagem incrível e planos interessantes de independência financeira. Vou acompanhar!

    Seria muito legal se tivessemos a oportunidade de conversar e quem sabe nos encontrar. Quando estiver em SP avise, quem sabe não sai um café, uma cerveja ou um vinho, com boas histórias da sua viagem!

    Neste final de ano vou fazer uma viagem de 3 semanas (longa para os meus padrões), com a família. Não chega a ser uma aventura como a sua, mas foge dos padrões, uma vez que vou rodar pela Califórnia e encarar o inverno de Utah.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, EI!
      Que legal ler essa sua mensagem. Estou em Santos com os meus pais. Talvez eu vá para sampa visitar alguns amigos, se o fizer eu entro em contato. Será um prazer encontrá-lo pessoalmente.

      Toda viagem pode ser uma aventura, ainda mais você que vai viajar com os seus filhos. Eu vivi um tempo na Califórnia, acho um dos melhores lugares do mundo para se viver. Seria, junto com o Havaí, talvez um dos destinos que me inclinaria a viver se tivesse que sair do país.

      Utah é lindíssimo. Tente ir num parque nacional chamado Zion. Não sei a idade dos seus filhos, mas se o tempo estiver bom, tente fazer uma trilha chamada Angels Landing, é simplesmente incrível. Há ainda outra trilha que se chama Narrows que você anda pelo rio dentro de um Cannion. Fantástico também, mas precisa alugar roupas especiais, pois é muito frio. Você vai na baixa temporada, o que para mim é bom, pois você pode sentir o lugar muito mais intensamente, pois quase não há turistas. Além de ser bem mais barato.

      Grande abraço e boa viagem!

      Excluir
    2. Soul, vou viajar esta semana, então vai talvez o encontro fique para janeiro. Será um prazer!

      Minhas filhas tem 8 anos, então não dá pra fazer aventuras muito radicais, sobretudo com o frio que faz lá. Obrigado pelas dicas, vou tentar encaixar algo fora dos dias de esqui.

      Abraços

      Excluir
    3. Claro, oportunidades não irão faltar!
      Oito anos é uma idade que já da para fazer algumas caminhadas, mas talvez a Angels Landing seja mais adequado para crianças de uns 12 anos.
      Aproveite com a família, amigo.

      Abraço!

      Excluir
  4. Soul,

    Que inusitado ... e a gente acha que são um bando de loucos querendo se explodir ... e aqui onde nego se mata no transito achamos q é civilizado rs ..

    Sim o blog do Investidor Internacional é ótimo, passei anos pesquisando na internet sobre isso e não encontrei 1/10 do que encontrei de informação por lá em poucos minutos .. o viver de dividendos também bastante informação sobre investimento fora ...

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rodolfo! Você iria se surpreender como o povo iraniano, e o Irã, em muitos aspectos é parecido com o Brasil. O Irã é um país muito complexo, com uma história que remonta há quase 4 mil anos, com impérios que foram vastos e produziram grandes quantidades de conhecimento.
      O Irã precisa de vários artigos para que eu comece a arranhar a superfície.
      Porém, você tem razão. Loucura é o que vivemos no Brasil, com quase 30 homicídios por 100 mil habitantes. No Irã, essa métrica é de 3. Ou seja, o Irã é 10 vezes menos violento do que o Brasil.

      Sim, o viver de dividendos faz um ótimo trabalho também, e é muito legal que ele compartilhe suas opiniões e experiências com a sua empresa, investimentos no exterior e agora que ele está morando no exterior.

      Agora, você foi ao ponto, o Investidor Internacional traz uma quantidade de informação de forma concentrada sobre um tema tão interessante, que se ele cobrasse bem por uma consultoria seria muito mais do que justo.

      Abraço!

      Excluir
    2. Olá amigos,

      Obrigado pela lembrança e pela citação.

      Não tenho conseguido tempo livre o suficiente para ler todos os blogs, mas vi que tinha postagem nova aqui e reservei um tempinho.

      Ainda precisamos discutir o fator Trump e Bolsonaro dos outros posts. Minha visão é bem diferente. :)

      Abçs!

      Excluir
    3. Olá, I.I., aqui você já é referência:)

      Grande abraço!

      Excluir
  5. PF

    sensacional seu blog. vai bem além das finanças
    a primeira foto com as iranianas, a do meio é gata hein

    em relação aos leilões. Então esse tipo de investimento é lucrativo? poderia dar maiores detalhes? tipo: valor investido, documentação dos imóveis e lucro liquido?

    valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Agradeço as palavras.
      Pretendo discorrer sobre leilões de uma forma que não existe no mercado editorial brasileiro.
      Abraço!

      Excluir
  6. Welcome back Soul!

    Cara como o Irã é belo! E essas moças lindas? Que privilégio! Parabéns por essa viagem incrível que você fez. Acredito que sonho de muitos...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Investidor Inglês.
      Realmente, me sinto muito privilegiado. Sim, há muitas iranianas bonitas.
      Abraço!

      Excluir
  7. Bonitas as garotas de lá. Não sabia que podiam ficar sem véu no rosto em público. Só mostra meu desconhecimento rs

    Soul, você é do Judiciário, não é? Bom momento pra voltar. Ajudar Moro, Deltan etc. haha abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Véu no rosto chama-se Nijab. Ninguém usa Nijab no Irã, mas sim na Arábia Saudita. O véu no cabelo chama-se Hijab, e é obrigatório o seu uso, inclusive para turistas. A mulheres que usam o Hijab de forma bem conservadora, mas as jovens, principalmente em Tehran usam com quase todo o cabelo a mostra. É uma mostra de uma sociedade bastante conservadora, mas com uma parcela, principalmente jovem, mais adeptas a liberdade. O Irã é essa contradição.

      Trabalho com direito, mas não sou membro ou servidor do Judiciário não.

      Abraço!


      Excluir
  8. O Irã deve ser um país fantástico. Outro dia assisti um filme iraniano e mostrava algumas regiões do país.
    Eu pensava que o Irã era extremamente pobre e no filme mostra regiões bem desenvolvidas. Fora a beleza das mulheres iranianas.
    Seja bem vindo Soul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Sim, a quantidade de beleza do Irã me surpreendeu. Não é um país pequeno, mas também não é um país enorme.
      Não, o Irã é bem parecido com o Brasil. Aliás, para falar a verdade vi muitas pessoas simples, mas miséria miséria mesmo eu não vi no país. Eles vem sofrendo bastante com as sanções, mas vamos ver se melhora com o acordo recém assinado. Se bem que com o Trump ainda é incerto o que vai acontecer.

      Abraço!

      Excluir
  9. Muito bom o post, estou acompanhando seu blog tem alguns meses, valeu pelo conteúdo. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Valeu por acompanhar o blog.
      Abraço!

      Excluir
  10. Bem vindo ao Brasil, Soul!
    Acredito q seu conhecimento em finanças, imóveis, viagens e como ser humano tem muito a agregar em nossas vidas. Estou ansioso pelo livro sobre leilões.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guardião da Fortaleza, obrigado amigo!
      Fico lisonjeado com suas palavras.
      Abraço!

      Excluir
  11. Fala Soul,

    Ainda não visitei tantos países como você o fez, mas já descobri os prazeres de conhecer novas culturas, e fico admirado com as imagens que você posta rs.

    Abraço e sucesso nas empreitadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, VC!
      Valeu, amigo. Desejo que possa conhecer ainda mais lugares.
      Abraço!

      Excluir
  12. Cara, muito legal o post, quero saber mais sobre a viagem e me deu até vontade de conhecer o Irã! kkkk

    Abs

    ResponderExcluir
  13. Soul,

    Fico muito muito feliz com seu texto. Estou meio ausente também, principalmente de contato contigo, mas volta e meia lembro de você (no homo). Fiquei surpreso em você voltar ao cargo, achei que ia chutar o balde de vez já que dinheiro felizmente é algo que não vai te fazer falta nem hoje nem nunca.

    A idéia de portfólio imagino que seria deixar 1 "TSR" aqui no brasil e outra lá fora como diversificação do risco brasil e ao mesmo tempo aproveitamento das taxas daqui, acertei? É uma idéia pra lá de louvável, mas pena que não tenho capital ainda pra isso.

    Ao contrário de você estou trabalhando ativamente pra diminuir minhas responsabilidades, você pelo visto está se coçando pra ganhar novas rs. Cada um feliz do seu jeito.

    Abs.,

    VR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, VR!
      Pelo final. Sim, a ideia central seria mais ou menos essa. Cumulada com ela é a possibilidade de conseguir um visto permanente em qualquer país, se a situação do Brasil degringolar (algo que não acredito). Além do mais, faz sentido ter fluxo em moeda forte, sem qualquer interferência de Temer, Dilma, Lula, Boslssonaro, ou qualquer outro que possa surgir.
      Também. Moro aqui, esse é o meu país, então faz sentido ter parcela significativa por aqui e as taxas, bem como as vantagens tributárias, ainda são muito significativas.

      Bom, como você mesmo disse que possui uma ``aposentadoria`` de 13 mil com 32 anos de idade. Isso realmente é muito significativo. Você que não quer filhos, acho um valor mais do que razoável para uma boa vida. Como você ainda se sente bem trabalhando, aproveite para direcionar o fluxo para o exterior. Talvez em cinco-sete anos você terá algo bem razoável.

      É, eu chutei um pouco por dois anos. Volto muito forte mentalmente. Estou até surpreendido como me sinto forte do ponto de vista mental. É uma sensação muito boa. Voltarei pelo fluxo, e por que atuo sempre com muita cautela. Já tive muitas experiências, e estou tranquilo com os próximos passos.

      VR, o contato humano é o que faz a vida valer a pena. Eu acho uma pena o medo generalizado da blogosfera de ser identificado. Entendo o receio, mas acho uma pena, pois poderíamos tornar isso aqui algo muito mais vibrante e significativo. Imagine um Encontro da Blogosfera Financeira. Aposto que seria talvez tão ou mais interessante do que muitos simpósios mais famosos que existem por aí.

      No Homo? Relaxa meu amigo! Empatia pelas pessoas é algo que deveria ser reforçado, não criticado.

      Abraço!

      Excluir
  14. Parabéns pelo blog Soulsurfer. Seus artigos são muito instrutivos, tanto no aspecto financeiro quanto no de relações humanas.
    Uma pergunta (duas), se não for invadir demais. Atualmente você possui uma fonte principal de renda? Como foi o começo de sua caminhada como investidor? (assumiu grandes riscos?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Obrigado pelas palavras!
      Fonte de renda do trabalho não, talvez daqui uns meses. Fonte de renda de capital acumulado, sim, bastante.

      Se você olhar em abril de 2015, verá um artigo onde trato da minha história financeira. Não tem nada demais nela, posso garantir.

      Abraço Daniel!

      Excluir
  15. Bem vindo de volta! Dos lugares que você passou, o que mais me interessou foi a Mongólia. Espero poder viajar para lá num futuro próximo.

    Gostei da iraniana que está na esquerda da primeira foto, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pessoal gostou das fotos das iranianas hein? hehe
      Essa da esquerda, ela e o Marido nos hospedaram em sua casa. Um casal sensacional. Ela preparou uns pratos típicos muito gostosos, fora o primo dela que era do exército do Irã, me emprestou o uniforme para usar, e era apaixonado por violão clássico, um verdadeiro figura.

      Opa, me avise, pois a Mongólia é um lugar que quero visitar de novo!
      Creio que você gostaria também da Ásia Central, e países como o Quirguistão e Tajiquistão.

      Abraço meu amigo!

      Excluir
  16. Boa tarde Soul, não sei se meu comentário anterior foi, então vou escrever novamente! Você falou em Visto de Investidor Qualificado. Tenho conhecimento do visto americano EB5, mas de outros países, tem algum outro com visto de investimento? Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Eu tenho que confessar que nunca estudei a fundo o assunto, mas lembro de ter lido que a Austrália e Nova Zelândia possuem vistos de investidor parecidos com o dos EUA. Agora, como funciona em países como a Suíça, Noruega, Inglaterra, etc. Porém, creio que possam ter regras parecidas.

      Abraço!

      Excluir
  17. Legal vc ter falado de Persépolis. Existe uma HQ homônima. Já leu? Se não, vale a pena. Uma das melhores que ja li até então!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Vou procurar me informar, não conheço. Há um filme-animação chamado Persepolis, e fala um pouco sobre o período pré- revolução islâmica e a guerra do Irã-Iraque. Muito bom mesmo, recomendo.
      Abraço!

      Excluir
  18. Bem vindo de volta meu amigo!
    Passou mesmo muito tempo para postar, estava preocupado, que bom que deu tudo certo.
    Eu já tinha lhe interpelado sobre esse all in no Brasil e não me lembro da resposta, tb fiz a mesma pergunta para o VR, fico feliz com sua escolha, lhe desejo muito sucesso. Fiz um post hoje mesmo sobre isso. Seria legal que você lesse e lhe indico fortemente o livro que postei a foto da capa lá, é um livro excelente, pequeno e simples. Aproveita o Brasil agora.
    Abração!

    ResponderExcluir
  19. Quanto vc aceita pagar, em %, acima do lance mínimo num leilão? Quantos % vc espera gastar para ter o imóvel pronto para a venda? E qual é a margem de lucro aceitável nesta operação?
    Linda viagem e lindas imagens...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, depende do tipo de imóvel, do valor do lance, de eventuais complicações jurídicas, da taxa de desconto que utilizo, e do tempo que acho que poderei completar a operação. Difícil falar disso tudo em apenas numa resposta de um comentário ou até mesmo de um único artigo.
      Porém, com a crise imobiliária, a taxa de juros ainda alta, precisa ter muita margem para imobilizar numa operação incerta como comprar em leilão.
      Abraço!

      Excluir
  20. Soul, dá uma lida com calma nessa página do Boglehead's.
    Ela é muito importante para nós NRA.

    https://www.bogleheads.org/wiki/Nonresident_alien_with_no_US_tax_treaty_%26_Irish_ETFs

    Eu já pensei em pegar cidadania americana mas hoje em dia desisti, a australiana parece que vai no mesmo caminho da maldição do FATCA de lhe tributar em qualquer lugar do mundo mesmo não morando nos EUA.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelo link frugal, vou dar uma lida.
      Abs!

      Excluir
  21. Surfer, seu blog é fantástico. Muitas lições não só de finanças, mas de vida. Aguardo ansiosamente pelo seu livro.

    ResponderExcluir
  22. Blog interessante, não conhecia ele. Acompanhando a partir de agora.

    ResponderExcluir
  23. Olá Soul que maravilha... :)

    Veja como a nossa (pelo menos a minha) visão era bitolada sobre o Irã (outros países também, claro). Eu nunca imaginaria que o Irã tem uma "indústria da neve" rsrsrs

    Como deve ser bom... Ser livre das lentes que colocam em nossos olhos...

    Abraços e Suce$$o sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Noimo!
      Cara, eu não sei esquiar, mas pode ter certeza que eu voltaria para o Irã apenas para aprender. Imagine que lá o preço que se paga deve ser umas 6-7 vezes menor do que se paga em lugares como Suíça, Austria, etc.
      Sendo assim, você pode ficar um mês lá esquiando pelo preço de uns 4 dias em lugares mais ricos.
      Esse que eu fui era do lado de Tehran, há outros 4 resorts que os instrutores me falaram que são simplesmente alucinantes.

      Nossas visões de mundo de uma maneira ou outra sempre serão incompletas, o que temos que ter é a coragem de saber que podemos estar errados e que o mundo é um lugar muito diverso.

      Obrigado pela mensagem, desejo o melhor para você e sua família.

      Abraço

      Excluir
  24. Lendo seus posts, fico cada vez mais convencido que a principal razão para o discurso de ódio (não importa o viés) é o desconhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lux. O ódio é uma armadilha mental. Infelizmente, é um sentimento fácil de se entregar, e muito fácil para aglutinar pessoas em torno de uma ideia.
      Podemos ficar tristes, brabos, discordamos veementemente de outras pessoas ou ideias, podemos até mesmo ir para guerra se a nossa existência de alguma maneira está ameaçada, mas o motivo nunca pode ser o ódio, muito menos o ódio derivado do desconhecimento.

      Abraço!

      Excluir
  25. SOU. . BLZ. ?
    Visto de Investidor Qualificado, qual o valor aplicado para se consegui na Europa e Nos EUA. ? E vc fez as arrematacoes sem ver os imóveis e à distância, em locais diferentes (cidades )no Brasil Abs Tulio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tulio. Na Europa, não saberia dizer. Sei que em Portugal não é tão difícil. Países como a Suíça, por seu turno, devem exigir bem mais dinheiro.
      Nos EUA, o visto de investidor varia de U$500k a U$1M, a depender da área e do Estado em que você irá investir.

      Tulio, no mundo ideal dos leilões, você compra apartamentos desocupados, na cidade em que você mora, com grandes descontos e sem grandes problemas jurídicos. No mundo real da prática, isso é muito difícil de acontecer, pelo menos onde moro no Brasil. Assim, tive que alargar um pouco minha área geográfica de atuação. Num em específico, foi muito longe, e pretendo não repetir a dose. Mas atuo em estados fronteiriços ao meu. Teve um imóvel que eu nem mesmo conheci, mesmo depois de arrematado, resolvia tudo pela internet ou com telefonemas, esse em específico foi um bom retorno algo de 70% em uns 14 meses. Abraço!

      Excluir
    2. Blz. . Sou de MG e me aventurei em um leilão, mas acabou não dando certo, apareceu um comprovante todo borrado que o juiz aceitou e acari recebendo o dinheiro de volta. Quais seriam os principais pontos do seu checa lista. ?
      Tenho um capital razoável para oportunidades, mas não gosto de bolsa. Abs e obrigado Tulio

      Excluir
    3. Colega, aguarde uns meses, que pretendo publicar material extenso a respeito.
      Abraço

      Excluir
  26. Ola soul, gosto muito da sua forma de escrever, a forma que você leva a vida é inspirador pra mim um jovem de 20 anos, vi em alguns posts que você ja morou em santos, trabalho lá e moro no guaruja em um bairro pobre.
    Sobre o livro de leilão de imóveis estou ancioso para a publicaço, por mais que eu creia que seja uma area de uma classe de investimentos que exige um capital alto, gosto bastante de investimento em imóveis por enquanto é mais estudo com foco em compra/reforma/venda, e talvez aluguel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Léo. Tudo bem colega?
      Pois é, Santos é a cidade onde nasci, inclusive estou por aqui algumas semanas para ficar com os meus pais que eu não via há bastante tempo.
      Sim, requer um capital acumulado anterior, siga os conselhos de tantos blogs bons a respeito: não gaste mais do que ganha, invista em bons ativos, tente se aprimorar no trabalho para ganhar mais dinheiro e tenha paciência para ver os resultados. Você verá que em alguns anos você terá muito mais liberdade para fazer o que quiser.

      Abraço!

      Excluir
  27. Soul, sou leitor assíduo do seu blog e sempre recomendo a todos. O que mais gosto dos seus textos: vc aparenta ter uma visão menos restrita, mais holística sobre a vida e isso nos inspira a pensar e procurar um significado mais profundo sobre as nossas próprias.

    Não lembro se existe em alguns dos seus textos os motivos pelos quais vc resolveu fazer uma viagem tão longa, mas sei que vc relatou insatisfação e falta de significado no trabalho. Após tanto tempo viajando, vc preencheu o que esperava com essa viagem? Como está o Soul hoje versus o Soul que iniciou a viagem? Eu sinto uma certa insatisfação e ansiedade por conhecer tão pouco o mundo (embora já tenha feito algumas viagens internacionais), pretendo algum dia fazer uma ou algumas viagens de volta ao mundo.

    Forte abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Respondi escrevendo um artigo a respeito. Grato pela pergunta.
      Abraço

      Excluir
  28. Olá Soul! Bem vindo! Vc pensa em atualizar o seu rating de FIIs?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Obrigado! Eu não sei. Sinceramente, há vários espaços da internet com informações atualizadas sobre FII hoje em dia, quando fiz aquele esboço, não havia tantas informações, hoje em dia há muitos colegas fazendo um ótimo trabalho, melhor do que o meu, inclusive.

      Abraço!

      Excluir
  29. Soul....

    Que bom que vc voltou. E
    Me tornei leitora do teu blog, após encontrá-lo na póagina do Frugal.
    Tenho me deliciado com seus textos, e o que me chamou muito a atenção foi a abordagem a respeito das relações humanas, e confesso que não tenho muita facilidade nesta parte. Pelo fato de ter tido algumas decepções com pessoas, de uma forma geral, me tornei uma pessoa "desconfiada" com relação aos demais, e sinto que isso me afeta, e é algo que preciso e quero melhorar.

    Como tenho aprendido nessa blogosfera! Quanta informação de qualidade!
    Vida longa para vocês!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sempre fico feliz quando alguma leitora mulher faz um comentário. A blogosfera financeira, e os leitores, são quase todos homens, e acho sempre importante ter um toque feminino.

      Para se decepcionar basta viver. Quanto mais anos de vida, mais possíveis decepções. Decepcionarmos é normal, deixar que isso afete a forma com o qual nos relacionamos com os outros é realmente algo que pode fazer mal. Que tal aprender com as decepções, se tornar mais segura de si e do que quer, e se abrir para novas possibilidades?

      O Frugal é um sujeito bem bacana, e a blogosfera tem muita coisa interessante mesmo.

      Abraço

      Excluir
  30. Soul, que diferença desse Irã com aquele que é mostrado na Televisão... e os bombardeios, destruição, guerras, etc., nada disso foi visto por você? Algo disso existe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Leonardo. Há uma grande desinformação a respeito do Irã. O Irã não é o Afeganistão (apesar de partes do Afeganistão falar Dari, que é uma língua similar ao Farsi), com certeza não é a Arábia Saudita e não tem qualquer relação com a Síria.

      Não há qualquer ato terrorista no Irã. Aliás, o Irã é de maioria esmagadora Xiita, e todos os grupos terroristas islâmicos que fazem aparição no jornal são de origem Sunita, em muitos casos com ligação com a Arábia Saudita.

      Não existe guerra no Irã. Existem curdos no Irã, mas ao contrário da Turquia e do Iraque, eles são razoavelmente bem integrados na sociedade iraniana.

      Não há qualquer destruição, não há nada disso.

      O que há é um país de renda média per capta um pouco inferior ao Brasil, com diversos problemas econômicos, e com sua própria particularidade política (o sistema é uma democracia misturada com um domínio de clérigos, consubstanciado na figura do líder supremo, que atualmente é o Khamanei).

      A população, como em qualquer outra sociedade que não é rica, é trabalhadora, e tem uma vida difícil entre equilibrar qualidade de vida, dinheiro e lazer. Não muito diferente do Brasil, não é mesmo?

      Abraço!

      Excluir
  31. Olá Soul,

    Muito bacana sua viagem. Deve ter dezenas de histórias para contar, fora a experiência com pessoas e lugares tão peculiares.

    Isso me lembra de algo que li há algum tempo. "Se você não fizer nada de interessante, vai conversar sobre o que com as pessoas?"

    Quanto o Irã, ele seria ainda mais fantástico se não fosse pela revolução islâmica. Mas isso é uma longa história.

    Abçs e sucesso na volta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, I.I. É muito verdadeira a frase.
      Sim, o Irã tinha, e ainda tem, o potencial para ser um exemplo para o mundo islâmico, um exemplo no qual vários países poderiam vir a se inspirar de maior respeito a liberdades, a mulheres, alguma forma de democracia. Porém, a história realmente é longa, e envolve golpes de Estado patrocinado pela CIA, um imperador que oprimiu o povo com o apoio da Inglaterra e EUA, e uma invasão estrangeira (Iraque) também apoiado por potências ocidentais estrangeiras.

      Abraço e obrigado!

      Excluir