sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

RETROSPECTIVA SOULSURFER DO ANO DE 2017. PLANOS PARA 2018

Olá, colegas. Mais um ano chegando ao fim, e tenho a honra e o prazer de dizer que o blog continua ativo. Creio ser importante analisar o que ocorreu em nossa vida e refletir sobre o que realmente se quer para o futuro.  A periodicidade desse exercício não precisa ser anual, mas não se pode negar que a virada de um ano em nosso calendário é um aspecto importante de nossa cultura. Sendo assim, apresento a retrospectiva do meu ano e alguns objetivos.

FINANÇAS
               

Esse foi um ano agitado do ponto de vista financeiro. Iniciei mais de 10 operações imobiliárias de leilão. O resultado não será tão espetacular como imaginava, mas não posso me queixar.  Foi um ano de um aprendizado ainda maior nessa área. Sinto-me como um verdadeiro expert. Como tenho operações em vários lugares do país, posso sentir na pele que o mercado imobiliário reage de diversas formas a depender da localidade. Porém, de forma geral, ainda não está fácil. Muita oferta, muitos imóveis novos ainda em estoque com construtoras, isso faz com que a balança da oferta pese mais do que a da demanda. 

Solução? Comprar barato e vender a um preço acessível e principalmente ser flexível em negociações. Quer oferecer financiamento, entrada à vista, um carro usado e um cavalo de corrida como forma de pagamento? Ótimo, irei analisar.  Em 2017, também entrei em uma operação grande, ao menos para os meus padrões, e estou confiante que irá fornecer bons frutos pelos próximos anos.  Ao menos, creio que estou garantido contra um downside muito forte, pois tenho garantias legais e o meu processo de Due Dilligence foi razoavelmente bem-feito.

Neste ano, comecei também o processo de diversificação do meu maior risco: Risco Brasil. Já tenho mais de U$ 35k lá fora, a conta na corretora Interactive Brokers já está funcionando, e consegui fazer a minha primeira transferência da conta do Banco do Brasil Américas para a corretora IB. Nesse aspecto, sou muito grato ao blogueiro Buscando o Primeiro Milhão que forneceu um tutorial muito bem-feito de como fazer essa transferência sem pagar nada e apenas segui o que ele escreveu e tudo funcionou bem. Aplausos a todos , blogueiros ou não, que disponibilizam o seu tempo para compartilhar estudos, tutoriais, reflexões, que podem vir a ajudar tantas pessoas em tantos aspectos.


O que pretendo com as minhas finanças para 2018 e além? Bom, eu quero liquidar meus imóveis.  Eu tinha 4,5X em imóveis depois das minhas compras. Em setembro estava com 3,8X e agora estou com 3,1X (o X é apenas uma variável para dar ideia da proporção), pois nos últimos dois meses consegui vender alguns imóveis. Eu encaro essas operações como se fosse um Patrimônio Líquido de uma empresa, só que no meu caso eu quero zerar esse Patrimônio Líquido, pois quero liquidez.  Espero diminuir esse valor para 1X até abril de 2019. Irei conseguir? Quem sabe. Imóveis pela sua iliquidez é uma espécie de ativo difícil de fazer prognósticos mais precisos. Num mês se pode vender cinco imóveis, e ficar 10 meses sem receber propostas em outros, porém estou trabalhando para que não fique com imóveis sem propostas. Ao voltar de uma manhã de surfe, resolvi pensar quantos imóveis tinha vendido nesse difícil ano. Fiquei surpreso que a resposta foi 9 imóveis (sendo que três delas aceitei pagamento parcial com outro imóvel). Se eu tiver o mesmo número de venda esse ano, nossa, ia ser muito bom e atingiria meu objetivo ainda mais rápido e de forma eficiente.


"E por que você quer liquidez, Soul?" Nos últimos meses, fiquei com algo em torno de 200-300k de liquidez imediata e achei horrível como isso limita o seu potencial de dizer sim a alguns bons negócios. Felizmente, já nesse final de ano a minha liquidez está começando a voltar a níveis muito mais satisfatórios. Eu creio que há muita calma no mercado para com 2018. Eu acho que o Brasil está piorando e muito. Para mim há uma enorme incerteza sobre muitas coisas, inclusive sobre a própria segurança da institucionalidade de nossas instituições mais importantes.  

Assim, pode ser que nada mais sério aconteça, que a inflação se mantenha comportada, que o déficit fiscal seja solucionado, que candidatos a presidente que mais parecem saídos de um circo dos horrores se transformem em presidenciáveis com um mínimo de postura, que a SELIC se mantenha comportada, assim como o câmbio.  Eu, sinceramente, não faço questão de fazer previsões.  Porém, tenho os meus receios, e se no Brasil é possível ter investimentos com liquidez imediata, sem pagamento de imposto de renda, sem risco de duration, e ainda pagando juros reais de 3 a 4%, parece-me uma decisão fácil. Não há grandes custos se as minhas preocupações se mostrarem equivocadas. Ficar líquido numa proporção muito grande de seu patrimônio é arriscado em lugares com taxa de juros reais negativas, não é esse o caso Brasil, e esse modelo mental cada vez fica mais forte em mim. Fique líquido ganhando juros reais de 3-4%, se aparecer oportunidades que demandem alta liquidez, se aproveite delas e seja agressivo quando houver boa margem de segurança. 

Pretendo também ir ganhando mais experiência com investimentos no exterior, e aumentando o meu patrimônio lá fora. Venho lendo bastante a respeito, uma área extremamente carente no Brasil, e creio que tenho um modelo mental forte para a minha exposição lá fora.  Espero que esse câmbio real continue um pouco desvalorizado, pois assim irei aumentar significativamente a minha posição.  Não cheguei nem a 3% da quantidade que pretendo ter lá fora nos próximos anos, então a caminhada está apenas no começo. Como o meu grande amigo Frugal fala, é uma sensação diferente saber que ao menos uma parcela, nem que seja ínfima, do seu patrimônio já não está sujeita a delações, corrupção, voluntarismo, salvadores messiânicos, planos econômicos mirabolantes, crises fiscais, etc, etc, do nosso país. Aliás, já poderia ficar uns 14 meses viajando com a minha companheira só com o que já mandei, e é uma sensação muito boa.

SAÚDE


Se há um assunto importante que é deixado de lado por quase todos é saúde.  E aqui esse “quase todos” eu me incluo. Falo dos diversos níveis para se ter uma vida saudável.  No ano que se passou, por meio da dedicação da minha companheira que vem se esforçando para aprender cada vez mais, minha rotina alimentar se modificou bastante. Eu pela primeira vez comecei a realmente me interessar sobre o que estava comendo, sobre a ligação de diversos alimentos com saúde ou doença e a forma correta de se alimentar.

Certo dia, estava lendo sobre correlação de fatores, e como construir um patrimônio internacional multifatorial. Especificamente, estava estudando alguns papers do Clif Asness  (quem já leu o livro "Mentes Brilhantes, Rombos Bilionários, talvez reconheça o nome), gestor de um dos maiores e conhecidos Hedge Funds do mundo - AQR 200 bilhões de dólares administrados - de como é bom ter momentum e valor de maneira integrada já que eles tendem a ser negativamente correlacionados.  Isso é um tipo de coisa para gestor profissional, é muito além do necessário para a esmagadora maioria dos investidores amadores, eu incluso. 

Ao ler os estudos, me  dei conta que sei sobre minúcias de finanças, o que é muito importante e essencial para se ter uma vida equilibrada (não é sobre isso os mais de 200 blogs amadores de finanças?), mas até alguns dias atrás eu não sabia que a vitamina D é na verdade um hormônio, e sua função vai muito além de apenas regular o processo de absorção de cálcio pelos nossos ossos. Caramba, isso é o básico do básico e eu percebi que sou completamente ignorante.  Em finanças pessoais, quando se dá os primeiros passos,  percebe-se o quanto a maioria das pessoas não faz a mínima noção de como lidar com dinheiro. Agora que estou procurando dar os primeiros passos em relação à saúde, é impressionante como a maioria das pessoas não faz noção nem mesmo do básico sobre alguns elementos de como ter uma vida saudável. E isso se estende também, e talvez principalmente, a pessoas ligadas a área de saúde.

Fiquei mais forte, perdi gordura, e até certa definição do abdômen, que não via desde os meus 21-22 anos, ocorreu.  E o melhor é que foi um processo bem tranqüilo, apenas de conscientização alimentar e de prestar atenção no que se faz na academia ou em exercícios funcionais.

Se o seu corpo está bem, sua mente funciona melhor. Se o seu corpo está forte e ágil, a sua qualidade de vida aumenta exponencialmente. Eu quero me dedicar muito mais a isso. Quero envelhecer com qualidade. Já comecei a ler diversos livros sobre o tema, escutar podcasts estrangeiros com treinadores de alto rendimento, e estou animado que no próximo ano irei melhorar ainda mais a qualidade da do meu corpo, bem como da minha vida.


TRABALHO E PRODUTIVIDADE


Bom, não é mais segredo a ninguém que pedi exoneração do meu cargo de Procurador Federal. Era muito provável que iria me exonerar no primeiro semestre de 2018, porém pela primeira vez na história foi aberto um Programa de Demissão Voluntário para Procuradores.  Eu, e um grande amigo de carreira (um dos únicos que tive na profissão e um cara de um caráter extraordinário, extremamente competente e inteligente) influenciado por mim, fomos os únicos no Brasil inteiro, ao menos da minha carreira, a aderir ao programa.  O Governo irá pagar uma indenização, como é comum em programas de PDV, que é suficiente para me sustentar durante uns 6-7 anos, então não tive nenhuma dúvida em aderir o programa.

Porém, o que fazer com o tempo livre? Nesse primeiro momento, decidi, entre outras coisas, me dedicar ao livro sobre leilões. Mais de 160 páginas já foram escritas, e estou ficando muito satisfeito com o resultado até agora. Quero escrever uma obra que seja um marco não apenas para investimento em leilões, mas para investimentos em geral.  Creio que a abordagem feita será interessante até mesmo para pessoas que não tenham interesse em comprar imóveis em leilão. Para os que têm interesse, eu creio que essa obra será de extrema valia, a caixa preta que é o tópico leilões, será esmiuçada em todos os detalhes teóricos e práticos possíveis. Ouso dizer que não há nada remotamente parecido no mercado.

Quero também aprender mais sobre investimento anjo, e venture capital de uma forma geral. Já localizei dois livros bons sobre o tema em Inglês, e devo ler no começo do ano. Há algumas semanas, também fui num evento de startups , e conversei com mais de 7 empresas. Foi uma experiência incrível. Iria ficar 3 horas no local, fiquei 11 horas. Ver tantas idéias interessantes, tantas pessoas comprometidas e com paixão por um empreendimento, com certeza foi um vento de ar fresco em mim. Gostei muito do ambiente. Se é possível fazer bons investimentos, e como fazer esses investimentos, é algo que pretendo aprender do ponto de vista teórico e prático talvez com pequenos investimentos.

A profissionalização do meu blog ficou para o ano que vem (grande Felipe, obrigado pela ajuda e peço desculpas por furar o cronograma de novembro, mas muitas coisas importantes ocorreram nesse período), é algo que quero fazer. Talvez produzir um programa de podcast baseado em entrevistadores feras como o Tim Ferris ou o cara do Art of Manliness. Tenho certeza que posso me esforçar e fazer boas entrevistas , assim como eles fazem, algo quase inexistente no Brasil, mas creio ser possível e factível. Entrevistas, onde o entrevistador não é o centro, onde as perguntas não são fáceis, e onde se possa extrair o máximo de entrevistados das mais variadas áreas do conhecimento.

Assim, estou animado com a possibilidade de fazer coisas novas e interessantes no próximo ano.


RELAÇÕES FAMILIARES


Este ano, depois de quase dois anos mochilando pelo mundo, consegui ver o meu pai diversas vezes. Estou me esforçando para visitar os meus pais na minha cidade natal uma vez a cada dois meses.  Na última vez que estive em Santos, dormi no apartamento do meu Pai por vários dias, algo que nunca fiz na minha vida. Foi muito bom poder fazer coisas simples como acompanhar o meu pai na Feira para comprar peixe fresco (pescada amarela, uma delícia) caminhar com ele de manhã pela vizinhança, poder conversar bastante. Deixou o meu coração mais leve, e creio que fiz o meu pai bem feliz. Estar feliz é poder caminhar com o seu pai de quase 80 anos pelas ruas de São Vicente às 8 da manhã e conversar sobre a vida ou comer um peixe preparado por ele. Sou muito grato de com 37 anos já ter percebido isso.

Com minha Mãe creio que a relação está boa também. Minha Mãe é muito diferente do meu Pai, e há muito mais similaridade intelectual com o meu Pai do que com a minha Mãe. Porém, minha Mãe é força, é a mulher batalhadora e vencedora, que com certeza serviu e serve de exemplo para mim, e me dá força.  Pude ficar nas últimas semanas alguns dias com ela, e isso me deixou muito feliz e contente.  Conversei até mesmo com minha irmã, depois de quase 20 anos sem quase nenhum diálogo,  muito conflito e afastamento. Não foi a conversa profunda e íntima que gostaria de ter tido, mas foi algo, e sou grato por isso.  Minha outra irmã resolveu se aventurar numa viagem sozinha, finalmente tomou coragem e partiu. Algo que me deixou bem satisfeito que talvez possa ser um primeiro passo para ela (re) descobrir a força que existe nela e procurar uma existência mais plena e saudável com ela mesma.

Com minha companheira venho aprendendo. Depois de quase oito anos juntos, é preciso tentar descobrir o que faz com que um relacionamento se mantenha bom. Tenho as minhas questões com que preciso lidar, ela tem as delas, mas é preciso fazer um esforço legítimo de auto-aperfeiçoamento para que um relacionamento possa continuar bom e quem sabe evoluir para algo melhor.

Para os próximos anos, pretendo aproveitar os meus pais enquanto eles estão nesse planeta terra, sabedor que eles possuem as suas limitações e manias, mas que são os meus pais e são as pessoas que me amaram e continuarão a me amar pelo resto da vida deles (que espero ser ainda longa).  Espero me tornar um companheiro melhor, e que eu possa ter relacionamentos cada vez mais saudáveis com as pessoas do meu entorno mais próximo.


É isso meus prezados leitores e colegas, finanças, saúde, produtividade e relações familiares, creio que andei bem nos principais setores da minha vida no ano de 2017, tentarei melhorar ainda mais no ano que está por vir.  Desejo a todos boas reflexões sobre os aspectos importantes de suas vidas, que possam corrigir o que pode ser melhorado, aperfeiçoar ainda mais aquilo que está bom, e sentirem que suas vidas possuem um propósito, algo que dê significado.


Grande abraço!

66 comentários:

  1. Caramba, Viajar por 14 meses com US$ 35k, esse é o grande livro que vc tem que escrever.
    Quanta a vitamina D, de uma pesquisada é impressionante e no Brasil temos um feto no assunto, Cícero Galli Coimbra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Primeiramente, a minha companheira fala bastante desse médico (Cícero Coimbra). Parece que ele está tendo bons resultados na melhora de esclerose com vitamina D. Estou lendo um livro apenas sobre vitamina D e está bem interessante.
      Sobre os U$ 35k, é até bastante dinheiro. Na Tailândia, um casal comendo bem, alugando lugares bacanas no Airbnb, fazendo massagens maravilhosas, gasta entre U$ 1500-2000k por mês, e dá para viver bem com muito menos do que isso. Na Rússia, gastamos 70 dólares por dia, gastando com trem para cruzar o país, comendo bem. Por exemplo, passamos 3-4 dias na maravilhosa Olkhon Island à beira do Lago Baikal na Sibéria. Nós comíamos um peixe parente do Salmão e endêmico do lago, defumado com um pão gostoso caseiro, mais uma cerveja, por algo em torno de U$6-7 dólares para os dois. O mundo é vasto, bonito, feio, rico, pobre, complexo, alegre, triste. Basta sair do estado mental de que viagem é para capitais da Europa ou para os EUA (que são lugares maneiros e também recomendo), pode ter certeza que é muito mais barato ficar viajando do que morando no Brasil.
      Um abraço!

      Excluir
  2. Muito bom Soul,

    As prioridades que voce descreveu sao as mais corretas: Familia, saude, investimentos.

    Abraçao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo parcialmente da colocação do VdC.

      Família, não tenho mais a menor consideração, nem por Pai nem Mãe(veja bem esse é o meu caso), parente então...
      Cortei todo e qualquer contato, o máximo que faço é pagar um plano de saúde de primeira linha e nada mais.

      Sou o mais velho de três filhos e o único que deu certo financeiramente, a dita família só lembra de mim para pagar contas e pedir coisas, ajudar e blablablá.

      Minha família são aqueles que escolhi: três amigos(no estilo Se Beber, Não Case) e atualmente minha companheira(há três anos), pois percebi que tem coisas que não poderia usufruir sem uma pessoa ao lado. A vida de solteirão cansa...

      Não entendi o seguinte: salvo engano você já escreveu que tinha IF aqui e lá fora. Esses 35k é fora parte?

      Boa Soul, assim o MadFientist, comigo foi o mesmo, e pela sua sagacidade certamente acontecerá: você vai fazer mais grana, gerar mais valor, se divertir no processo, de quebra ajudar outras pessoas, ou seja, na minha definição está trilhando o caminho da FELICIDADE.

      Abraço,
      Que a vitória nos acompanhe em 2018!

      Excluir
    2. Olá, colega. Não, não. Escrevi que tenho condições de ter a IF aqui e lá fora, por isso comecei o processo lento e gradual de formação do portfólio estrangeiro. Minha concentração total e absoluta é em ativos brasileiros, e quero ir mitigando isso aos poucos até chegar a algo como de 60-40 a 50-50. É claro se eu resolver morar no exterior, ou ter uma segunda residência, posso modificar. Vou ver como se desenrola.

      Oxalá, amigo. Assim espero, e assim que vislumbro o meu caminho. Se vier dinheiro, ótimo, creio que será mais uma consequência do que um foco primordial.

      Abraço!

      Excluir
  3. Soul, parabéns por seu ano de 2017, é o cúmulo de um processo de anos e o início de uma nova fase da sua vida. Viver é se transformar e evoluir a cada dia!! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jairo! Tudo bem amigo?
      Pois é, estava vendo o interessante documentário sobre o Tonny Robbins (recomendo, interessei me em assistir depois de ver duas entrevistas dele para o Tim Ferris), e ele acredita que a felicidade é progresso, ou seja um constante aprimoramento de quem você é. É uma ideia interessante e com uma alta dose de verdade, creio.
      Um abraço!

      Excluir
  4. Soul, uma dúvida que fiquei com uma situação que estou enfrentando com a ocupação de um imóvel. Se eu sair para fazer uma viagem com minha família de 6 meses pelo mundo e quando voltar encontrar meu imóvel ocupado por um espertalhão, eu teria que entrar com uma ação de reintegração de posse para reaver o direito? Existe algum meio para eu retirar o espertalhão do meu imóvel de maneira ágil?
    Desculpe pela pergunta um pouco fora do contexto, digo um pouco pois você comentou do livro sobre leilões, então senti que poderia me arriscar em perguntar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com 300 k de patrimônio vc quer tirar 6 meses sabáticos com sua companheira ?
      Me poupe. O SS tem cerca de 10KK, ele pode se dar a esse luxo, nós não!

      Excluir
    2. Olá, Surfista.
      Boa pergunta. Faz tempo que não vejo essa matéria (até um bom tópico para complementar o livro), mas você pode defender a sua posse com força. É um dos poucos casos onde o direito brasileiro admite a autotutela.
      No seu caso, o nome técnico seria desforço imediato em defesa da posse. Fui olhar aqui e está previsto no art. 1210 do Código Civil que diz:
      Art. 1.210. O possuidor tem direito a ser mantido na posse em caso de turbação, restituído no de esbulho, e segurado de violência iminente, se tiver justo receio de ser molestado.

      § 1o O possuidor turbado, ou esbulhado, poderá manter-se ou restituir-se por sua própria força, contanto que o faça logo; os atos de defesa, ou de desforço, não podem ir além do indispensável à manutenção, ou restituição da posse.

      Ou seja, mesmo depois de perdida a posse, é possível recuperá-la pessoalmente, ou com a ajuda de terceiros, de forma ostensiva, desde que seja proporcional.

      Porém, você estava viajando com a sua família, seis meses pelo mundo, e como ficaria a expressão "logo após"?

      O Código Civil então diz:

      "Art. 1.224. Só se considera perdida a posse para quem não presenciou o esbulho, quando, tendo notícia dele, se abstém de retornar a coisa, ou, tentando recuperá-la, é violentamente repelido."
      Então, nesse caso, como você estaria viajando pelo mundo, só se consideraria perdida a posse quando você soubesse. Assim, na volta da hipotética viagem, você poderia exercer o desforço imediato.
      Você pode chamar a Polícia para fazer isso? Não estou certo. Eu acho que o desforço imediato precisa ser feito pessoalmente, e sem o auxílio do Estado.

      Essa resposta foi meio no improviso, grato pela pergunta, pois é um tema que realmente preciso ir mais a fundo. Como não é um possuidor que possuía um legítimo título anterior, ex-mutuário por exemplo, mas simplesmente alguém que invadiu o imóvel, não tenha dúvidas que um desforço imediato feito com rigor e com ajuda de outras pessoas talvez seja o mais ágil com certeza. Porém, como disse, estou fazendo elucubrações de improviso.

      Um abraço!

      Excluir
    3. Surfista, vou deixar uma reflexão e estudo mais aprofundado para semana que vem, mas segue aqui um trecho de uma decisão judicial reconhecendo o desforço imediato:

      "De outro turno, a conduta do réu de, após a recalcitrância do autor, recobrar à força a posse do bem, mediante a troca de fechaduras e colocação de cadeados amolda-se à faculdade do desforço imediato, concedida ao possuidor esbulhado pelo artigo 1.210, § 1º, do Código Civil, rememorando-se que, nesse caso, a perda da posse se deu com a recusa em restituir.

      Arnoldo Wald elucida o direito à autotutela conferida ao possuidor :

      O desforço ou defesa pessoal é a reação física pela qual o possuidor protege a sua posse em caso de agressão. Trata-se de um caso específico de legítima defesa, exigindo-se que a reação seja imediata e moderada.

      É necessário que seja imediata, pois o Código Civil, no § 1º do art. 1.210, esclarece que só será legítimo o desforço pessoal quando o possuidor turbado ou esbulhado o fizer logo. O Projeto Clóvis Beviláqua era ainda mais rigoroso, exigindo que a reação ocorresse ato contínuo. Na sua redação atual, a lei, seguindo a tradição das Ordenações Filipinas, deixou ao arbítrio do juiz apreciar se, em cada caso concreto, o desforço seguiu imediatamente a turbação ou o esbulho. As circunstâncias especiais de cada hipótese podem influir pra uma interpretação mais rígida ou mais elástica do requisito legal, pois em determinadas situações a reação imediata seria totalmente ineficaz, necessitando o possuidor turbado tomar medidas adequadas para manter ou reaver a posse.

      O desforço imediato praticado dentro dos limites legais não constitui ato ilícito, pois importa legítima defesa permitida pelo art. 188. (Direito civil: direito das coisas. . ed. São Paulo: Saraiva, 2011, pp. 121-122, sem grifos no original).

      Verifica-se, portanto, que no caso em tela, o autor é o esbulhador, ao passo que o réu fora esbulhado, merecendo a tutela possessória, o que, ao contrário do afirmado na peça recursal, não significa afirmação de propriedade em análise de interdito, mas tão somente o sopesamento de quem detém a melhor posse."

      Excluir
    4. Ufa fiquei aliviado, muito obrigado pela resposta.
      Só a título de curiosidade, a situação que narrei para exemplificar a dúvida é hipotética.

      Desforço imediato, concedido ao possuidor esbulhado. Muito bom, as vezes eu fico com vergonha do meu português intermediário kkk Mas estou melhorando

      Excluir
  5. Soul , parabéns e sucesso . Nunca me canso de ler um texto seu !!!!!!! No aguardo do livro .

    Guto

    ResponderExcluir
  6. Soul parabéns pelo texto e reflexões

    Comer adequadamente, exercitar-se com regularidade sem exaustão ou nível atlético, ter paz na alma, namorar bastante, ter generosidade para com o próximo, suplementar vitamina D, selênio, licopeno e coenzima Q10 : vida saudável e próspera.

    Boas festas!

    ResponderExcluir
  7. Olá Soul!

    Boas reflexões.

    Abraço de um leitor recente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alemão. Valeu.
      Aliás, esse sempre foi o meu apelido quando criança "Alemão".
      Abs

      Excluir
  8. Amigo vou querer um livro desse autografado, certamente será uma obra prima no ramo de leilões e investimentos em geral.

    Legal vc expor um pouco da sua intimidade familiar e buscar ficar em paz com todos. A gente sabe que nem toda família é perfeita e desconfio que 90% delas não são, mas essas coisas de família são mesmo muito profundas e só sabe quem está dentro da família, pessoas de fora costumam tentar julgar ou fazer um diagnóstico dentro da família dos outros mas sempre vão errar feio.

    Agora que vc se livrou das algemas de ouro vai ter tempo pra eles, tempo pra se desenvolver melhor e quem sabe mt mais tempo para um futuro filho, algo como o MMM faz, vai poder acompanhar todos os dias o filho, sem aquela coisa de chegar a noite e já ver ele dormindo e sair com ele também dormindo, e também não terceirizar a criação dele pra uma babá ou jogar ele na creche (coisa muito comum hoje em dia na classe média e alta).

    O maior tesouro da vida é ter tempo para si e para fortalecer as relações familiares e até com amigos, disso não tenho dúvidas. Um abraço.

    E sobre a IB eu havia postado isso, talvez ajude alguém:

    https://frugalsimples.blogspot.com.br/2017/03/como-abrir-uma-conta-na-interactive.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Frugal.
      Você sabe que nutro uma grande admiração por você, e seu entusiasmo e vontade de ajudar os outros a ser versões melhoradas de si mesmo.
      Sobre o filho, eu penso igual. Acho que poderia ser um pai mais presente, ajudando a Mãe, e tendo uma relação fantástica com eventuais filho(s).

      "O maior tesouro da vida é ter tempo para si e para fortalecer as relações familiares e até com amigos, disso não tenho dúvidas. Um abraço."
      Não tenho dúvidas disso.

      Um abração!

      Excluir
  9. Caramba, que post legal. Parabéns por compartilhar parte da sua vida conosco. Boa sorte e muita saúde.

    ResponderExcluir
  10. soul, aguardo com ansiedade o lançamento do seu livro e continuo acompanhando com admiracao essa sua jornada fora da matrix. Escuto o podcast do tim ferris e realmente seria sensacional termos algo assim voltado mais pra nossa realidade. que vc seja o pioneiro ! sucesso !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      O Tim Ferris é um ponto fora da curva, com acesso as maiores personalidades do mundo. O meu seria níveis de grandeza mais modesto, mas talvez possa produzir um bom conteúdo, e como você disse, voltando mais para a nossa realidade, apesar de achar que nos grandes temas a realidade de quase todos, esteja nos EUA ou Brasil, é muito parecida.
      abs

      Excluir
  11. Palavra recente no seu vocabulário do blog, podcast. Conta pra gente alguns que você está ouvindo. Comecei a ouvir alguns há uns dois meses e tenho gostado bastante, pena que os podcasts brasileiros são muito parecidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Eu não conhecia podcasts, mas fiquei entusiasmado com seu conteúdo.
      Ouço vários dos mais variados conteúdos.
      Escutei uma série de quase 24 horas sobre a queda do Império Romano, e rapaz, como mudou a minha forma de olhar a história e as minhas próprias percepções.
      Um abraço!

      Excluir
  12. MALUF GOVERNADOR 201816 de dezembro de 2017 15:44

    PF, vc acha que já não está na hora do Dr. Paulo Maluf voltar a governar São Paulo?

    Pense bem: ano que vem Alckmin não pode mais ser reeleito e vai tentar a presidência. Pra variar, o PSDBosta já cogita o Serra de novo (sempre ele pra tapar buraco), ou até mesmo o nosso vergonhoso ministro das relações exteriores, o tal do Aloysio Nunes, cujos maiores feitos na vida foi ter sido parte do bando de guerrilha urbana comunista do Marighella (ele era o motorista desse lixo que está no inferno), além de assinar uma Lei recentemente que abriu as portas do país pra qualquer tipo de lixo terrorista, coisa que ele já é bem habituado.

    Riscado o PSDB, temos o PMDB que pela 3ª vez seguida virá com Paulo Skaf, aquele safado presidente da FIESP que defende feito louco a volta do imposto sindical que tanto lutamos pra acabar, e com uma alíquota ainda maior!!! Canalha.

    O PT nem precisamos falar, não ganharão jamais o Palácio dos Bandeirantes, e já tomaram uma surra nas prefeituras paulistas ano passado.

    Com esse cenário, e com o trio lixo PSDB-PMDB-PT fora de combate, sobra quem?

    Sim, ele, o grande tocador de obras, o homem que redescobriu SÃO PAULO, não conseguimos andar 1km pelo Estado e principalmente pela Capital sem pisar ou esbarrar numa obra do Dr. Paulo.

    Já passou da hora...Chega de continuar criando o PCC dentro do Estado, fora Alckmin e PSDB frouxo, bundões de merda.

    É ROTA NA RUA E BANDIDO NO CAIXÃO.

    MALUF JÁ! VOTE 11!

    ResponderExcluir
  13. Soul, amo seus textos!
    Vc tem email para contato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Tente o pensamentosfinanceiros@gmail.com
      Abraço!

      Excluir
  14. Soul

    Não entendo p)#@(# nenhuma de leilões de imóveis. Mas entendo de gente com personalidade e vontade. Você não consegue esconder estas características, elas irradiam através dos seus posts. E é uma satisfação lê-los.

    Você aderir ao PDV dos Procuradores soou como um sinal. Nada contra quem ficou na Procuradoria, afinal todos os méritos para aqueles que lá fizeram por merecer. Não tenho qualquer problema com eles. Mas o fato de você escolher este caminho me diz muito sobre você. E, particularmente, você sabe os motivos.

    Te dou todo o apoio possível para 2 projetos que PRECISAM se tornar realidade: o livro dos leilões e o blog no estilo dos gringos sobre qualidade de vida e outros assuntos importantes. Serei um patrocinador de ambos, pois pessoas como você merecem espaços ainda maiores para propagar o conhecimento.

    Um forte abraço de um admirador de tudo o que você já fez e continua fazendo pela finansfera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Termos Reais. Nossa, fico lisonjeado com suas palavras.
      Até mesmo pensava que você poderia não gostar tanto do que escrevo, ou até mesmo ter me interpretado erroneamente em alguma situação.
      Eu creio que o seu blog é um dos mais interessantes que surgiu, você aborda assuntos de uma forma diferente e provocadora, eu adoro quando sou provocado por um texto que faz o meu cérebro dar uma chacoalhada, nem que seja para tentar se contrapor ao que foi escrito:)

      No mais, essa é uma ideia interessante, acho que o seu próprio blog já faz isso de alguma maneira (qualidade de vida e outros assuntos). Porém, realmente no Brasil precisamos construir mais canais de divulgação de como ter uma vida de qualidade de uma maneira mais profunda e embasada.

      Um grande abraço!

      Excluir
  15. Fui pesquisar sobre o protocolo de Coimbra, c#r#lho, não imaginava o quanto a vitamina D é importante.
    Tenho endócrino marcada para janeiro e vou pedir pra incluir vitamina D nos exames.
    Eu prático atividade física, faço alongamento e meditação pela manhã. Mas uma coisa na qual sou bastante relapso é na dieta. Tento seguir a dieta low carb, mas adoro pão e cerveja. Minha esposa é chocolatra e eu adoro chocolate. Eu realmente gosto de comer e beber.
    Valeu pelas informações.
    Soul o que você acha da situação atual do mercado de fii's. Considerando a valorização, o risco dos juros voltarem a subir, o excesso de imóveis no mercado, o risco tributário.
    Irei receber um dinheiro em janeiro que daria pra comprar um pequeno apartamento. Mas que pretendo aplicar em fii's. Mas talvez o deixe na poupança por um tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Minha Mãe sempre diz que os Alemães chamam cerveja de o "pão líquido". Assim, gostar do combo cerveja + pão em excesso realmente no quesito barriguinha não costuma ser uma boa combinação.
      Agora, se você já faz uma dieta low carb (tente uma slow, com mais leguminosas como Feijão e Lentilha), exercícios físicos e mentais (meditação), você já está muito longe da média brasileira.
      Se realmente gosta muito, tente comer pães melhores, e não tomar cerveja todos os dias. Quanto ao chocolate, eu também gosto, mas minha companheira achou formas de fazer "doces" sem qualquer açúcar e muito nutritivos. Eu quanto tenho vontade também como chocolates com 85% de cacau, antes não suportava, mas agora (por ter diminuído o consumo de açúcar refinado) eu gosto e um ou dois tabletes já mata a minha vontade.

      Colegas, vou voltar a escrever sobre FII. Eu acho que o mercado de FII passou por uma crise profunda e sobreviveu. Logo, eu acho que é uma classe de ativo mais forte do que era em 2013-2014 para um investidor que não quer fazer tanto timing.
      Sobre a precificação atual, entra tudo na conta do que vai ocorrer no país em 2018-2019. Nossa situação política é frágil. Nossa situação fiscal também.
      Porém, o Brasil tem n deficiências e lugares para crescer mesmo que por inércia.
      Logo, eu creio que FII serão por um bom tempo ótimos geradores de fluxo de renda imobiliária.

      Um abraço!

      Excluir
  16. Soul,
    Aproveitando suas reflexões sugiro você escutar a música O Nada, da banda Cidadão Instigado.
    Não sei se você vai gostar do som, mas acho que vai possibilitar boas reflexões.
    Abraço!
    Bom final de ano!
    Gaivotão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gaivotão.
      Grato pela sugestão, vou escutar a música sim.
      Um abraço!

      Excluir
  17. Ganhei minha madrugada lendo sua postagem. O que eu mais gosto da finansfera? Postagens que reanimam o desejo de ser uma pessoa melhor e sempre em busca do conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Fico feliz com essa mensagem, foi curta mas muito bacana.
      Um abraço

      Excluir
  18. Parabéns pelo estágio de consciência alcançado! Suas análises e ações refletem que você percorre essa jornada de autoconhecimento com altivez e desapego!
    O patrimônio consolidado, certamente, trará futuramente alguns temas pouco explorados na blogosfera tais como sucessão patrimonial e doação para instituições filantrópicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Temas interessantes. Quanto à sucessão, tema quase tabu no Brasil, eu reflito sobre a sucessão familiar. Quanto à minha sucessão, com certeza é um assunto que no momento certo devotarei mais tempo, assim como filantropia.
      Um abraço!

      Excluir
  19. Grande Soul, ótimas reflexões, só pra variar um pouco hehe.

    Ano que vem ou no tempo que for, conte comigo.

    Ps: dps cheque uma msg que te enviei.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Felipe!
      Valeu, amigo, vou checar sim, estou no Uruguai e fiquei uns dias sem acesso a internet.
      Abs!

      Excluir
  20. Excelentes reflexões meu caro Soul, em especial quanto à família e à saúde.

    Creio que a não adesão ao PDV dos procuradores se dê, em parte, pela insuficiência de fundos para uma aposentadoria antecipada. Claro que outros deliberaram por seguir na carreira pela felicidade em labutar, mas sabemos não é a regra no serviço público (infelizmente).

    Bem, por certo seu livro será ótimo.
    Gostei muito da ideia das entrevistas também. Espero que tenha material disponível para quem ainda não domina o idioma da velha rainha.

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Obrigado pela mensagem.
      Então, sobre entrevistas, já estou imaginando pessoas que poderia tentar entrevistar. O problema no Brasil é que os ânimos estão bem exaltados, então talvez seja mais difícil abordar alguns temas econômicos, e também aqui não há quase pessoas escrevendo livros sobre temas muito interessantes como acontece nos EUA por exemplo, mas mesmo assim acho ser possível fazer um bom programa.
      Um abraço

      Excluir
  21. Soul, creio que vc não dé/deu o devido valor ao verdadeiro hedge a um cataclsima econômico que pode ocorrer no Brasil ou no mundo: bitcoins.

    Estude mais a fundo esse ativo e verá que poderá se prevenir de um eventual "cisne negro" no mercado/economia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Animal. Aos poucos estou estudando sim, há alguns amigos blogueiros que me ajudam. Já anotei alguns livros para ler, mas não creio que haja Hedge contra um cataclisma financeiro internacional, a não ser habilidades de sobrevivência (essa sim eu quero melhorar).
      Abs!

      Excluir
  22. Bom balanço do ano e ótimas perspectivas.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  23. Olá amigo Soul, podemos perceber a paixão, humildade, determinação e disciplina na suas palavras. Qualquer um fica de certa forma motivado ou influenciado positivodamente. Agradeço cada segundo que você investe nesse blog, realmente é sempre uma alegria quando entro e tem um texto novo.
    Espero que 2018 seja ainda mais surpreendente do que você planeja.

    Obs: já que está na vibe de saúde e alimentação, tem um documentário no Netflix chamado Cooked. Ele conta a história da relação da evolução do homem com a alimentação. São quatro episódios e achei muito bacana.

    Forte abraço e boas festas
    Chapchap

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, amigo!
      Claro, já vi, é do Michael Pollan não? Já li dois livros dele ("O Dilema do Onívoro recomendo fortemente, foi uma das primeiras vezes que comecei a refletir mais profundamente sobre a minha relação com comida).
      Muito obrigado pelas gentis palavras.
      Um abraço!

      Excluir
  24. Soulsurfer
    Estou começando a investir em FII agora. Vc fez algum curso no começo que indicaria ou livro? Será que é necessário mesmo? O curso que falam ser top custa 500 reais... pensei em aprender no yotube artigos e blogs mesmo e investir essa grana... vc acha que consegue? Obrigadooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega. Quando escrevia sobre FII em 2014 o material era bem escasso. Hoje há inúmeros blogs, artigos, sites falando sobre FII.
      Tire uns dois meses para estudar, que nesse tempo você vai entender os principais conceitos e os principais fundos.
      Um abraço

      Excluir
  25. Excelente post!

    Gostaria de focar na parte da saúde (apesar de saber que o blog tem o foco em finanças). Quais livros considera essenciais para aprimorar tanto o treinamento quanto a alimentacao?

    Atualmente estou com body by science do Doug McGuff e good calories bad calories do taubes.

    Estou tentando fazer exercicios baseados na teoria hiit.

    Se puder falar mais osbre o assunto e suas pesquisas, ficarei agradecido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      O Taubes é bem conhecido, e eu particularmente gosto dos livros e palestras dele.
      Esse outro eu não conheço.
      Vou compartilhar sim o que for aprendendo, pois creio que esse assunto é tão ou mais importante do que finanças.
      Eu recomendo ler o livro "O Corpo de 4 horas" do Tim Ferris também,
      Um abraço!

      Excluir
  26. Olá Soul,

    Primeiramente, feliz por sua felicidade (sem demagogia)

    Vc acredita que o Meirelles seria a candidato mais bem preparado na atual conjuntura???

    E por fim, já abusando de sua boa vontade e mudando totalmente de assunto; Queria saber se você poderia me auxiliar em uma dúvida. Minha mãe é herdeira de um imóvel comercial que pertence a família a mais de 80 anos (tvz até 100), todavia não possui escritura, apenas iptu e água no nome do meu bisavô, além do inventário do meu bisavô a qual cita o imóvel como de sua propriedade. Você saberia me explicar como proceder para que ela regularize o imóvel.

    Desde já agradeço e um feliz 2018 e que tudo ocorra como planejado. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, colega.
      Eu não creio que o Meirelles possua alguma chance, e não sei se ele seria o mais preparado.

      Sobre a sua pergunta, recomendo procurar um advogado. Porém, se o imóvel está há décadas na posse de sua família, no mínimo a sua família fez o usucapião do imóvel, que é uma forma de aquisição de propriedade no Brasil.

      Agradeço e um grande abraço!

      Excluir
  27. Meu pai foi pra glória ano passado, e até hoje eu penso que deveria ter passado mais tempo com ele, apesar de me dizerem que já fiz bastante, a sensação de que podia ter feito mais é constante. Por isso, independente de qualquer coisa, faça o máximo que puder para seus pais Soul, maravilhoso. Aproveite bastante.

    Um grande abraço e boas festas colega. Deus abençoe você e família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Diário. Poxa, fico triste ao ouvir em relação ao se pai. Muito obrigado pela sua mensagem, amigo, fez-me ter uma sensação ainda maior que estou na direção certa nesse campo.

      Um enorme abraço para você!

      Excluir
  28. Fala Soul!!! Grandes novidades cara!!! Livro sobre leilões, exoneração, profissionalização do blog! Bacana demais! 2018 promete!!! Vamos que vamos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, I.Risco!
      Valeu pela mensagem, um grande 2018 para você também!

      Excluir
  29. Respostas
    1. Olá, I. Mineiro!
      Estão nos planos sim, um abraço!

      Excluir
  30. Soul, vc mencionou liquidez com juros reais de 3-4%, quis dizer Tesouro Direto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Henrique. Eu, particularmente, prefiro LCA com liquidez diária (depois de 3 meses) do BB. Eles me ofereceram com 91% do CDI, o que é relativamente maior do que eu ganharia numa LFT (contando IR com prazo menor de um ano, bem como taxa de custódia de 0.3%). Tenho o inconveniente de ter 3 meses o dinheiro preso, mas depois tenho 21 meses de acesso a dinheiro instantaneamente com uma remuneração razoável.

      Um abraço

      Excluir